Sonhos com banda sonora.

11/01/2018 0 Por Fabiana Cruz

 

Fez ontem dois anos que este senhor nos deixou. Ele dizia que podíamos ser heróis nem que fosse por um dia. E se ele dizia, eu acreditei.

As minhas primas, nascidas nos anos 70, vibravam com o frenesim que se fazia sentir nos anos 80 à conta da música vanguardista e eu sempre lá a ouvir tudo o que elas ouviam, já nos 90. Aquela magia do gira-discos e depois a forma como sentiam a musica e ma explicavam de uma maneira tão apaixonada, era qualquer coisa de muito especial para mim.

Cresci a ouvi-lo a ele e a tantos outros, que me apaixonei também. Apaixonei-me sobretudo porque a música me levava para onde eu quisesse. E ir para onde eu quisesse com, sei lá, 8 anos, fazia-me sentir importante.

A música construiu-me a mim e construiu também os meus sonhos.

O meu é um dia pegar na mochila e ir. Ver o mundo, sem pressas e com banda sonora.

Fica o cliché: sejam heróis dos vossos sonhos e inspirem todos os dias alguém, como fizeram comigo, seja através da musica ou de outra coisa qualquer.

Obrigada primas, obrigada Bowie.