Ex-amigos no Facebook: apagar ou não apagar?

Há uns dias deparei-me com uma questão: apagar ou não apagar? Tal como adicionamos pessoas – amigos, conhecidos, colegas – porque é que não devemos apagá-los quando deixam de ter algum significado positivo para nós? Porque é que continuamos a ver o que publicam se é uma pessoa com quem já nem falamos, com quem não nos damos nem queremos dar? Eu tenho alguns amigos no facebook com quem não falo todos os dias, nem todos os meses, alguns nem todos os anos, mas também não tenho nada contra eles, de alguma maneira já fizeram parte da minha vida e permaneceram no facebook, mas há outros, bem há outros que me apetece apagar, que já não me dizem rigorosamente nada, que quando me aparece alguma coisa no mural vinda deles passo à frente.. Será falta de educação apagar alguém no facebook?

 

Imaginem o cenário: Então mas agora uma pessoa quer coscuvilhar a nossa vida mesmo já nem se dando connosco e chega lá e foi apagada, como assim apagada (?), assim sem mais nem menos (?), sem aviso prévio (?), então mas isto é assim (?) Nem se pede licença?

Sinceramente tenho para mim que se alguém deixa de falar para nós e também não pede licença, não temos porque mante-los no nosso grupo de amigos do facebook. Ponto.

Uma vez, uma tia minha bloqueou-me no facebook, e a verdade é que eu fiquei fodida lixada, quando percebi que ela o tinha feito, mas nesta situação em concreto eu não entendia – nem entendo – o porquê de ela ter feito isso.

Eu que até sempre gostei dela e ela faz-me isto? A sangue frio. O mínimo era ter-me avisado que o ia fazer. Pffff

Por outro lado uma coisa TOTALMENTE diferente são os número de telemóvel, amigos, estes são para guardar RELIGIOSAMENTE (!!!), eu odeio atender números desconhecidos, gosto sempre de ver lá escrito o nome da pessoínha que me quer contactar porque assim posso sempre escolher não lhe atender e ignorar por completo. E isto é quase um lema de vida.. Tenho dito!

#bárbaraaquelaquefoibloqueada