Uncategorized

7 meses depois

Sou mãe há apenas sete meses. Nunca tinha mudado uma fralda na vida sequer, até porque a taxa de natalidade na família não é elevada. Têm sido tempos de aprendizagem intensa com inseguranças, medos, alegrias, momentos de desespero, mas de uma coisa tenho a certeza: temos muito amor para dar e com isso, tudo o resto se resolve!

Sete meses depois, ponho-me a pensar em como tudo mudou: sim, é verdade, a rotina de uma criança dominou as nossas vidas. Já não há Sábados até ás 10h na cama nem saídas não programadas. Mas é tão bom chegar a casa e ver aquele sorriso rasgado só com um dente!

Não digo infelizmente, porque não foi nenhum sacrilégio para ela nem para nós, mas a Clara foi para a creche com apenas três meses. Apenas? Porquê apenas? Isso fará de nós maus Pais? Os primeiros tempos fizeram-me pensar que sim. As opiniões de uns e outros, faziam-me sentir que não tinha tomado a decisão mais acertada, mas não existiam alternativas para nós. Vivemos fora de Portugal e estamos por nossa conta. O trabalho estava à nossa espera. Sabíamos que ia ser assim e tivemos um ano para nos mentalizarmos. Depois de uma semana, mais coisa menos coisa, essa desconfiança passou-nos. A Clara adorou a creche e nós adorámos o simples facto de ela adorar. Foi simples, sem dramas.

Ao princípio posso dizer que senti a minha condição de mãe diminuída, mas quem já não sentiu? Há sempre alguém a tentar por-nos entre a espada e a parede. Se não é por isto, é por aquilo. Agora, passa-me ao lado. Ela ganhou a sua própria rotina, os pais ganharam tempo para eles e, com isto tudo, os três ganhamos todos os dias qualidade de vida.

Que certezas temos nós neste momento então? Para já, podemos dizer que temos na nossa companhia uma miúda alegre, sempre de sorriso na cara que ainda está a decidir se prefere carne ou peixe.

Parabéns Clara, pelos teus 7 meses de vida! We love you.

2 thoughts on “7 meses depois”

  1. Parabéns a Baby Clara, Fabiana todos passamos pelo o mesmo, com essas incertezas e inseguranças, mas sim não há coisa melhor do que ver a felicidade e alegria dos nosso filhos, tenho a certeza que ambos são muito bons pais a vossa maneira, beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *